Invista consciente: transforme sua casa em um lugar mais sustentável

O conceito de desenvolvimento sustentável está ligado à preservação do meio ambiente e das necessidades humanas. A palavra sustentabilidade significa sustentar, apoiar, conservar ou cuidar. Na exploração de recursos naturais, por exemplo, qual ela é feita de maneira sustentável, o recurso natural pode ser explorado e mesmo assim durar para sempre.

O principal objetivo da sustentabilidade é a preservação, com base no tripé formado por aspectos sociais, ambientais e econômicos. Eles justificam a necessidade de incluir a sustentabilidade em todas as questões diárias, inclusive naquelas que são indispensáveis para a gestão do lar.

O papel social inclui as pessoas e suas condições de vida. Portanto, aspectos como o acesso à educação e saúde contam, assim como índices de violência, opções de lazer, entre outros.

O ambiental está baseado no uso dos recursos naturais do planeta e a forma como eles são extraídos e utilizados. Já o papel econômico está ligado à produção, distribuição e consumo de serviços, que devem considerar a questão social e ambiental.

Um comportamento consciente no consumo de recursos naturais, sempre à procura de novas alternativas e soluções mais saudáveis, são iniciativas importantes para o bem-estar coletivo e individual.

Atualmente já é possível observar efeitos causados pelo desequilíbrio de atitudes equivocadas e desrespeitosas para com a natureza. Por isso torna-se cada vez mais urgente a busca por novos caminhos para a economia e cultura, garantindo o futuro do planeta e da humanidade.

Em casa, isso pode ser aplicado com pequenas ações, como a separação correta do lixo, a escolha do conserto de equipamentos ao invés da substituição e a valorização da ciência e de novas informações sobre os danos ambientais, que são cada vez mais sérios e frequentes na nossa sociedade.

Tipos de lixo e maneira correta de descarte

Para destinar corretamente o lixo doméstico o primeiro passo é saber fazer a separação adequada. 

Documentos pessoais que tenham perdido a validade, provas escolares e outros papéis que possam ser descartados podem passar pela trituração de documentos, para garantir mais segurança aos moradores. Além dos papéis, que seguem para os recicláveis, a separação do lixo deve ser feita em:

  • Orgânicos, reciclados em casa com compostagem ou embalados separadamente;
  • Recicláveis não perigosos, como o papel, demandam higienização e embalagem;
  • Não recicláveis não perigosos, embalados e encaminhados a aterros sanitários;
  • Não recicláveis não perigosos e perigosos, podem demandar atenção especial.

Os materiais recicláveis não perigosos, como papel, plásticos, metais e vidros, podem ser encaminhados para um depósito de sucata que recolha estes tipos de materiais. Vale a pena certificar-se do que é feito com o material depois da venda ou doação, valorizando os que encaminham para reciclagem.

Alguns materiais especiais, como a madeira, podem demandar mais disposição para a destinação adequada. No caso de móveis, o ideal é conferir há pessoas ou instituições que podem se interessar por doações. O descarte de madeira deve ser a última opção, e deve ser feito com empresas especializadas, valorizando a sustentabilidade.

Optar pelo conserto, ao invés da substituição

Outra iniciativa para uma casa mais sustentável é o investimento no conserto de equipamentos ao invés da substituição. 

Essa dica se aplica bastante à aparelhos e eletrodomésticos como ar condicionado, aquecedores, refrigeradores, televisões, microondas, entre outros. Quando os aparelhos quebram, muitas pessoas têm a falsa sensação de que pode compensar mais a compra de um modelo novo do que o conserto de um antigo. 

Porém, a verdade é que os consertos e manutenções são capazes de aumentar a vida útil dos equipamentos, fazendo com que eles possam ser utilizados por mais tempo, e com um gasto bem menor e mais consciente.

A importância da informação

Para manter hábitos e conviver em um espaço mais sustentável, o mais importante é a busca constante por informação. É preciso acreditar nos dados científicos que comprovam a necessidade de medidas mais conscientes, e divulgar essas informações.

Além disso, a contratação de consultoria ambiental SP também pode ser de grande valia, principalmente na administração de empreendimentos e empresas, de todos os segmentos e dimensões.

Com atenção às novidades, investindo em hábitos de consumo mais conscientes e descartando o lixo corretamente, é possível começar uma jornada bastante importante e compensadora em busca de uma vida mais sustentável.
Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *