5 itens domésticos essenciais para quem vai morar sozinho

Morar sozinho é um dos principais objetivos de diversas pessoas, mas naturalmente, há necessidade de recorrer a um bom planejamento para evitar grandes transtornos. Afinal, trata-se de um passo importante e completar uma casa com os itens domésticos certos a princípio pode soar como uma tarefa complexa, mas com as dicas certas é possível ter resultados satisfatórios.

É preciso estabelecer as prioridades de forma rígida, para que o custo-benefício também seja atendido e consequentemente, prejuízos evitados. Sendo assim, conforme será visto, é preciso cautela, desde a escolha de objetos aparentemente simplórios até questões essenciais, como comprar gás de cozinha que é indispensável para o dia a dia.

Quais são os principais itens domésticos?

Por mais que existam particularidades evidentes no cotidiano das pessoas, é válido observar que há alguns elementos cruciais e que consequentemente, não podem ser esquecidos por quem vai morar sozinho, tais como:

1) Cama 

Claramente, uma cama é crucial e podem existir dúvidas sobre o modelo a ser colocado no espaço. No entanto, depende essencialmente do tipo de lugar, preferências do morador, conforto oferecido e as medidas.

Isso se deve ao fato de que modelos box e até mesmo tradicionais podem apresentar grandes divergências. Independente da aquisição, é crucial assegurar que seja uma opção confortável e que apresente praticidade no dia a dia.

2) Fogão

Garantir um recurso para o preparo de alimentos é de grande importância e a vantagem de escolher um fogão é a presença do forno. Assim como cada item do texto, o morador pode se deparar com diversas opções, inclusive menores para atender suas necessidades e o tipo de investimento que deseja fazer.

Caso se trate de um espaço pequeno e um equipamento que terá pouco uso, opções com quatro bocas e a gás podem ser viáveis, porém, para pessoas que desejam receber muitas visitas e cozinhar com maior frequência, fogões maiores são mais recomendados.

3) Armário

O armário é um item crucial para a organização, principalmente no que diz respeito à cozinha. São inúmeras as opções, modelos prontos podem ser uma solução prática e em conta. Já para quem deseja uma solução mais específica, é possível recorrer ao armário sob medida, adaptável ao seu ambiente em termos de funcionalidade e espaço.

4) Geladeira

Na escolha da geladeira, é de grande importância analisar com cautela a necessidade em relação ao tamanho. Para quem vai morar sozinho, normalmente modelos com cerca de 300 litros de capacidade, que dispõem de freezer e uma porta são indicados.

É interessante prezar pela praticidade, avaliar o consumo de energia e os recursos oferecidos. Afinal, há opções com mais portas e que atendem capacidades superiores, dispondo também de diversos recursos, como filtro de água, compartimento para latas, verduras, entre outros.

5) Utensílios para a cozinha

Por mais que a geladeira e o fogão sejam cruciais para a cozinha, há outros utensílios que merecem destaque e que não podem faltar no planejamento de quem pretende morar sozinho, principalmente ao considerar a frequência do uso no dia a dia.

Por exemplo, a mesa, jogos de talheres, panelas e pratos. No caso da mesa, opções como o vidro, madeira e até mesmo a mesa de aço inox são muito visadas devido a durabilidade e valor agregado à estética que apresentam. 

No caso de pratos, talheres e panelas, hoje em dia é possível encontrar jogos dos mais variados tipos e tamanhos. A princípio, alternativas que apresentam certa diversidade e não contam com muitas peças podem ser favoráveis.

Como tornar o espaço mais funcional?

Além da garantia dos itens domésticos, para um melhor aproveitamento dos espaços de forma geral, é interessante se ater a elementos que podem auxiliar com a funcionalidade, que atende os seguintes quesitos nos ambientes:

  • Conforto;
  • Usabilidade;
  • Acessibilidade;
  • Segurança.

A mobília sob medida citada anteriormente se enquadra nesse cenário, porém, há possibilidade de recorrer também a marcenaria de móveis planejados para contribuir com a funcionalidade do ambiente. 

Diferentemente da opção anterior, o item planejado é fabricado a partir de módulos, mas também permite diversos acabamentos e um maior aproveitamento do espaço devido ao encaixe das peças de acordo com cada local.

Até mesmo os elementos decorativos possuem grande impacto para a funcionalidade dos cômodos. Dessa maneira, ao selecionar os itens, é interessante conciliar os pilares e dicas apontados no decorrer do texto, principalmente para evitar transtornos diários.

Ao longo do tempo outros itens são adquiridos e a residência adquire cada vez mais a identidade do novo morador. O importante é que desde o princípio exista planejamento  e escolhas cautelosas.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *