Climatização: Diferença entre Ventilador e Circulador de Ar

Com esse calor atípico de inverno e primavera, ter um ambiente fresquinho e agradável é o que todo mundo busca. Se você tem problemas com o uso excessivo de ar condicionado por causa da falta de umidade do ar que ele provoca, opções como o circulador de ar e ventilador são indispensáveis. Mas, você sabe as diferenças entre eles?

Para ter a sua necessidade atendida com tranquilidade, é importante saber o funcionamento e as dicas de uso dos dois aparelhos.

Ventilador

De teto, de parede, de mesa, coluna, grande, pequeno, não importa. O funcionamento dos ventiladores é sempre o mesmo, o que muda são as instalações e a potência. De qualquer forma, ele tem um fluxo de ar direcionado. Ou seja, mesmo que você o coloque para rodar e atingir o maior número de espaços, ele vai produzir vento de forma linear.

Por ter esse mecanismo, ele é ideal para ser usado em ambientes menores, como quartos e salas, já que assim, o poder de refrescar todo o espaço é muito maior. Aliás, quem não sente um prazer incrível com aquele vento batendo nas pernas e pés quando está deitado na cama ou sofá?

A vantagem dele é que, além de mais barato que a maioria dos modelos de circuladores, ele deixa o ambiente fresquinho muito mais rapidamente.

Circulador de Ar

Agora, se você quer climatizar um espaço maior, como salas maiores, cozinhas e áreas, o Circulador é o aparelho mais indicado.

O funcionamento dele é baseado em hélices que, mais do que produzir vento, fazem o ar circular, como o próprio nome já diz. Por isso, eles demoram um pouco mais para manter o local agradável, mas, são muito eficientes quando se trata de deixar aquela brisa gostosa.

Você já deve ter sentido como se o vento que sai do ventilador estivesse quente, pois então, com o Circulador isso não acontece. Uma boa dica de uso para quem vai optar pelo Circulador de Ar é posicioná-lo na janela. Assim, todo o ar que entrar por ela vai ser imediatamente refrescado.

Tá quente pra cachorro!

 

Comments

comments