Acordeon: o que une música gauchesca e forro?

barra_blog

O Acordeon na música gauchesca

O fandango, como é chamado também o ritmo do Rio Grande do Sul, tem o pé em Portugal e na Espanha. Ele nasceu da mistura desses dois países com o Brasil quando os colonizadores vieram para cá em busca de terras. As letras da maioria delas têm temas bem marcantes, como as terras, os costumes gaúchos, os animas e as mulheres. As mais tradicionais geralmente contam histórias e abusam do drama para envolver quem canta, quem ouve e quem dança.

Acordeon gaúcho

O acordeon na música gauchesca

O Acordeon no forró

Já o ritmo nordeste – forro – é um dos pontos marcantes do turismo no Brasil. Ele é indispensável nas tradicionais festas juninas e, além do balanço contagiante, tem características bem regionalistas. O sofrimento dos sertanejos, a alegria do povo brasileiro e os costumes da população nordestina são as bases para formulação das letras musicais. Baião, quadrilha, xaxado e outros nomes também são usados para se referir ao estilo.

Acordeon no forró

Acordeon acompanhando um bom forró

Agora, você deve estar se perguntando qual a relação que há entre forro e música gauchesca? Além da alegria transmitida pelos dois, alguns instrumentos são fundamentais para a execução das canções. O principal deles é a sanfona, também conhecida como acordeon. Juntamente com teclado e violão, ele é responsável pela melodia das músicas.

Uma das principais características do som do acordeon é sua versatilidade. Desde notas melodiosas, com ar melancólico, até as mais animadas que estimulam o movimento do corpo são entoadas pelo instrumento.

Acordeon

Acordeon Hohner. Uma das principais marcas do Brasil

E aí, que tal se aventurar por novos conhecimentos e trazer a alegria da música tradicionalista para sua banda? A Estrela10 têm as melhores opções em acordeons e instrumentos de percussão para você!
Aqui você confere tudo!

 

Comments

comments